3 dicas de como economizar na viagem sem perder qualidade?

economizar na viagem
Índice deste artigo

Você gosta de viajar, mas nunca consegue planejar uma por falta de dinheiro? Talvez você precise aprender a economizar na viagem!

Viajar pelo Brasil é caro. Isso nós não podemos negar. Uma viagem para a região nordeste de 15 dias, por exemplo, pode sair praticamente o mesmo valor de duas semanas na Europa (na base do mochilão).

Sim, isso é real! E se você não acredita, é só simular pacotes com alguns meses de antecedência para alguns países da Europa como Espanha e Portugal e para cidades do nosso Brasil como Fortaleza ou Salvador e verá que o valor não ficará muito distante dependendo da época do ano.

Além disso, existem mil e um lugares no Brasil que você ainda pode conhecer sem precisar gastar muito dinheiro.

Existem formas de economizar na viagem sem que você perca qualidade de vida!

Portanto, separamos 3 dicas essenciais para você, que adora viajar, mas nunca tem dinheiro para conseguir sair de casa.

1- Quais são suas prioridades?

A primeira questão que precisamos abordar aqui é a prioridade.

Muita gente vive reclamando que não tem dinheiro para poder viajar. Mas a verdade nua e crua é que muitas dessas pessoas estão calçando a própria viagem. Literalmente!

Estão usando tênis que custam mais de R$500 reais. Estão pagando parcelas de um iPhone que custa em torno de R$3.000 reais.

Então, será que a questão é realmente falta de dinheiro? Ou dificuldade em estabelecer prioridades?

Muitas dessas pessoas que não conseguem economizar na viagem gastam valores altíssimos por mês com cartão de crédito. E na maioria das vezes, as faturas vêm com valores exorbitantes de produtos desnecessários, como roupas, aparelhos de celular que não precisavam ser trocados, e às vezes até mesmo carros novos.

E volta a questão do consumismo exacerbado. O maior problema do brasileiro não está necessariamente no dinheiro, mas no que a viagem pode trazer. Viajar não traz nada palpável, nada que possa ser exibido na prateleira, não traz bens materiais.

E talvez esteja aí o maior problema. Se você quer economizar na viagem e viajar mais, pense se você está priorizando o que realmente gostaria de fazer!

2- Não deixe para fazer tudo em cima da hora

Outra dica interessante para quem quer economizar na viagem é para não deixar tudo para a última hora.

Se você planejar com mais antecedência, a economia será bem maior!

Deixando para a última hora, você pagará mais caro pela hospedagem e principalmente pelas passagens.

Dependendo da região para onde você for viajar, o valor das hospedagens pode custar de 5 a 6 vezes mais caro se você deixar para a última hora.

Uma forma de você economizar nas suas viagens sem perder a qualidade é comprar pacotes de viagens em sites de compras coletivas. Assim, você poderá aproveitar os mesmos passeios e, dependendo do pacote, bons hotéis!

Você pode economizar na viagem mais de 50% do valor que gastaria. É uma forma de poupar dinheiro e utilizar o que você gastaria em outros serviços para fazer mais passeios ou até comprar presentes.

Mas não se esqueça que mesmo fazendo uma viagem para dentro do Brasil, é importante contratar um seguro viagem. Muita gente acredita que eles são importantes apenas para viagens internacionais, mas isso não é verdade.

E se você quiser saber mais sobre os benefícios ao contratar um seguro viagem para conhecer o Brasil, é só acessar esse link.

3- Economizar na hospedagem

Você se lembra de que antes do Uber surgir, dependíamos dos táxis? Como existia um monopólio, o preço era muito mais alto do que o Uber cobra. Esse aplicativo veio para salvar as nossas vidas.

E assim como o Uber está para os carros, o AirBNB está para as hospedagens.

Se você quer economizar na viagem, não fique em um hotel, porque certamente vai gastar muito mais dinheiro.

Em contrapartida, você não precisa perder na qualidade e se hospedar em um hostel compartilhado. Além de não ter muita segurança, perde a privacidade.

Nesse sentido, o AirBNB pode salvar você. Através desse aplicativo, você pode alugar quartos ou até mesmo apartamentos inteiros por preços muito mais baixos.

Muitas vezes você vai alugar um quarto no apartamento ou na casa do próprio dono. Então, além de se hospedar com mais conforto, terá mais segurança, sabendo que não vai ter que compartilhar seu quarto com outras pessoas que estão viajando.

É uma troca de experiência bem interessante, além de você poder pegar dicas muito legais com o dono sobre o que fazer na região onde você está.

Mas existem outras alterativas ainda, como couchsurfing e worldpackers.

No caso do couchsurfing, trata-se de uma “troca de favores”. Você pode se hospedar na casa de outra pessoa e oferecer algo em troca.

Esse serviço é muito utilizado no Brasil, e tem muita gente que recebe estrangeiros, não cobram pela hospedagem, mas ganham aulas de outros idiomas na faixa.

Já a Worldpackers é um programa internacional para pessoas que querem viajar de forma barata. Ao fazer parte dele, você pode se hospedar de forma gratuita em hostels e pousadas do mundo todo em troca de trabalho.

Pode ser lavar uma louça cuidar da limpeza ou até pintar uma parede. A proposta é fazer essa permuta!

E se você for viajar para outro país, não se esqueça de antes providenciar o seu seguro viagem!

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Sobre o autor

Facebook
LinkedIn
Twitter
Felipe Martins
Estrategista Digital

Mineiro, entusiasta da tecnologia e amante das artes. Trabalho com Internet Marketing desde 2010. Sou dono da Agência SNR e fundador do Blog Dica Útil. Você pode falar comigo pelo email [email protected]

Publicidade

Destaques

Publicidade
Compartilhe essa dica com alguém