9 coisas que você deve saber sobre o paracetamol

paracetamol
Índice deste artigo

O paracetamol é um analgésico e um antitérmico para sintomas leves de gripe e resfriado, como febre ou dores moderadas.

Neste post, vamos falar de como o paracetamol funciona, a dose recomendada, sobre quem não deve usar este medicamento, efeitos colaterais e outras questões.

*Atenção: este conteúdo é meramente informativo e não substitui a avaliação de um especialista.

O que é paracetamol?

É um medicamento que alivia dores moderadas e combate a febre. Ele é popular porque pode ser comprado em farmácias sem receita médica, o que não significa que possa ser consumido sem maiores preocupações.

O paracetamol (ou acetaminofeno) ficou famoso entre médicos e consumidores por ser um possível substituto da aspirina, que também trata dores, febres e inflamações.

Para que serve o paracetamol?

O paracetamol pode ser usado para aliviar os sintomas a seguir, quando estes variam de leves a moderados:

  • Dor muscular.
  • Dor nas costas.
  • Dor de dente.
  • Gripe
  • Dor nas articulações.
  • Cólica menstrual.
  • Febre.
  • Dor de cabeça.

Como funciona o paracetamol?

O paracetamol é um medicamento com excelente farmacocinética – ele é absorvido e distribuído pelos tecidos rapidamente, até chegar ao “alvo” e realizar sua ação. Depois, é eliminado do corpo por via renal.

Em geral, seu efeito se inicia entre 15 e 30 minutos depois de ser ingerido, e o pico do efeito ocorre entre 30 minutos e 2 horas – a duração completa é de 3 a 4 horas.

Quando tomar o paracetamol?

Além do uso para dores e febres moderadas, pode ser associado (sob orientação médica) com outros analgésicos, antitérmicos, antialérgicos ou estimulantes.

Qual é a dose recomendada de paracetamol?

A dose máxima permitida é de 3.000 a 4.000 miligramas (mg) por dia, fracionada entre 3 e 5 vezes ao longo de 24 horas (ou seja, com intervalos de 4 ou 6 horas).

Se você esquecer de tomar o remédio, não é recomendado tomar dois comprimidos ou gotas em dobro para compensar. Em situações assim, convém tomá-lo logo que se lembrar e mudar os horários seguintes de acordo com a dose mais recente.

Como consumir paracetamol?

O medicamento é encontrado em diferentes versões:

  • Comprimidos mastigáveis.
  • Em gotas.
  • Comprimidos efervescentes.
  • Supositório.
  • Suspensão oral.

Quem não deve usar o medicamento?

O paracetamol não deve ser usado por quem consome regularmente quantidades grandes de álcool ou quem tenha problemas de fígado, pois é metabolizado neste órgão e pode causar intoxicação, insuficiência hepática ou hepatite medicamentosa.

A ingestão do paracetamol não é recomendada para pessoas que façam parte destes grupos:

  • Indivíduos alérgicos ao medicamento.
  • Fumantes.
  • Pessoas que tomem outros remédios que contenham paracetamol.
  • Quem estiver tomando o medicamento mas tiver atingido a dose máxima diária de consumo.

Em certos casos, a ingestão do paracetamol é permitida se for liberada por um médico:

  • Crianças com menos de 12 anos de idade.
  • Indivíduos com problemas renais.
  • Pessoas muito abaixo do peso.
  • Grávidas (por períodos curtos e na menor dose possível).
  • Indivíduos com mais de 60 anos.

Quais são os efeitos colaterais do paracetamol?

Algumas das reações que o remédio pode causar são:

  • Alergia.
  • Irritações e/ou coceira na pele.
  • Erupções cutâneas.
  • Doenças sanguíneas.
  • Danos aos rins e ao fígado.
  • Prisão de ventre.
  • Náuseas e vômitos.

O que acontece quando se toma mais doses de paracetamol do que o recomendável?

O uso indiscriminado de paracetamol já foi tema de um alerta por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por ser muito perigoso, pois o medicamento pode causar danos ao fígado e até levar a pessoa à morte. Os sintomas da superdosagem, como vômitos, náusea, dor de cabeça, suor excessivo e convulsões, surgem por volta de 4 horas depois do consumo excessivo do remédio.

Se não houver tratamento em até 72 horas, o quadro pode piorar, causar lesões irreversíveis e falência do fígado e acúmulo de amônia no organismo, o que, em casos graves, leva à morte cerebral. Você gostou desta leitura? Neste texto, falamos sobre o paracetamol, um remédio bastante popular no Brasil para casos de dores e febre. O paracetamol é um medicamento de fácil acesso e efeito rápido, mas que deve ser consumido com moderação, pois pode causar danos sérios ao organismo.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Sobre o autor

Facebook
LinkedIn
Twitter
Felipe Martins
Estrategista Digital

Mineiro, entusiasta da tecnologia e amante das artes. Trabalho com Internet Marketing desde 2010. Sou dono da Agência SNR e fundador do Blog Dica Útil. Você pode falar comigo pelo email [email protected]

Publicidade

Destaques

Publicidade
Compartilhe essa dica com alguém