Animal de estimação: 7 dicas para quem tem

animal de estimação
Índice deste artigo

7 dicas para quem tem um animal de estimação

Ter um animal de estimação em casa é divertido e prazeroso. Eles tem uma energia ótima e um amor incondicional, mas claro, essa jornada pode ser bastante trabalhosa, já que para cuidar do seu animal de estimação com todo o respeito que ele merece, sua casa vai sofrer alterações tanto na rotina quanto no ambiente em geral.

Por isso, antes de adotar ou comprar um bichinho, é sempre importante analisar se você está preparado para isso. E saiba que esse tipo de adaptação é essencial, independente do tipo ou raça do seu pet.

Para manter essa jornada mais fácil, preparamos esse artigo com dicas úteis para que a convivência entre você e seu animalzinho seja o melhor possível. Vamos conferir?

1) AMBIENTE LIMPO E ADEQUADO

Com um animal de estimação em casa, a freqüência com que vai ter que manter tudo limpo será muito maior, já que algumas raças soltam pêlos ou tem um cheiro natural diferente do que você estava habituado antes dele chegar.

Para que essa limpeza seja mais fácil e constante, é interessante investir em um bom aspirador de pó, assim pode manter tudo em ordem e limpo de forma mais rápida e fácil.

Além disso, é sempre importante ter consciência que os produtos de limpeza também deverão ser pet friendly, uma vez que algumas substâncias podem ser tóxicas para o animal.

2) VACINAÇÃO EM DIA

Para garantir uma vida longa e saudável para seu animal de estimação, é primordial ter as vacinas em dia. Assim como nós, os bichinhos ficam doentes e por isso precisam de visitas constantes ao veterinário.

Até para poder viajar com o animalzinho é necessário ter as vacinas em dia. E mesmo com todos esses cuidados, ele não estará 100% livre de doenças. Então, faça sua parte e deixe o bichinho com a carteira de vacinação sempre em ordem.

3) HIGIENE COM FREQUÊNCIA

Assim como a casa, o seu animal de estimação precisa estar sempre limpinho. A má higiene pode trazer doenças para ele e para você.

São diversos hábitos de higiene que precisam ser cuidados com freqüência, entre eles:

Escovação freqüente dos pêlos;
limpeza das patas após passeios externos;
banhos regulares, em casa ou no pet-shop.

Lembre-se, que assim como os produtos de limpeza, é claro que os produtos de higiene do animal devem ser específicos para pets. Se optar por fazer a higienização em casa, tome sempre muito cuidado com a limpeza dos olhos, ouvidos e outras partes sensíveis.

Em caso de dúvidas, sempre consulte seu veterinário e tire essas dúvidas em uma de suas visitas de rotina.

4) PASSEAR É ESSENCIAL

No caso dos cães, é uma necessidade. Levar seu amigo para um passeio é muito importante para que ele possa explorar o ambiente externo, se exercitar e aproveitar para fazer suas necessidades básicas.

Mas, na rua existe o risco do animal pegar pulgas ou carrapatos, por isso, recomendamos que você invista num repelente para esse tipo de pragas. Vai sair mais barato do que o gasto para livrar seu bichinho desses incômodos.

Outra dica útil é escolher bem os acessórios, como coleiras e peitorais. Eles vão garantir a segurança e o conforto do seu animal de estimação durante o passeio.

5) CUIDADOS RESIDENCIAIS

Se você mora em locais altos como apartamentos, deve sempre ter em mente que o risco de queda existe e está entre os maiores acidentes desse tipo de imóvel.

Por isso, para garantir a segurança do seu bichinho e dos moradores do local, é essencial que todas as janelas, sacadas ou vãos estejam protegidos por uma tela de proteção.

Além de proteger contra quedas, a rede de segurança é útil contra fugas. Feitas com um material muito firme e resistente, é um investimento importante para quem quer sair de casa com a mente tranqüila e despreocupada.

6) TREINAMENTO E SOCIALIZAÇÃO

Apesar de ser mais um investimento, o adestramento é importante para deixar seu bichinho mais dócil, carinhoso e educado. Adestrar o animal ajuda a manter a residência mais limpa e organizada, já que eles trabalham com a ansiedade do animal.

Eles acabam aprendendo a lidar com o excesso de euforia e de medo, e isso vai ajudar na convivência dele com o mundo ao seu redor.

7) OLHO NAS REGRAS

Se você mora em um apartamento, tem que estar sempre por dentro das regras do condomínio com relação aos animais de estimação. Geralmente os prédios tem regras específicas para essas situações e isso pode influenciar diretamente na sua escolha.

Existem regras para horário e áreas de circulação, além de claro, a política de boa vizinhança quanto ao barulho e limpeza do local, para não atrapalhar os vizinhos. Isso tudo é essencial para não ter problemas e acabar descumprindo uma regra por conta do seu bichinho.

Conclusão

Apesar de aparentemente não ter muito segredo, cuidar de um animal de estimação vai envolver esforço e dedicação de todas as partes.

Se você acha que não consegue seguir nossas dicas, é melhor pensar duas vezes antes de adotar um pet, porque além desse trabalho que comentamos, o animalzinho terá uma vida longa e essa dedicação será constante durante todo esse período.

Se gostou do nosso artigo, compartilhe em suas redes sociais!

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Sobre o autor

Facebook
LinkedIn
Twitter
Felipe Martins
Estrategista Digital

Mineiro, entusiasta da tecnologia e amante das artes. Trabalho com Internet Marketing desde 2010. Sou dono da Agência SNR e fundador do Blog Dica Útil. Você pode falar comigo pelo email [email protected]com.br

Publicidade

Destaques

Publicidade
Compartilhe essa dica com alguém